sábado, 15 de junho de 2024

O Assunto é Rejeição.

 Como se mede a rejeição de um candidato?

Para se chegar a esse número, o entrevistador faz a seguinte pergunta:

Em qual candidato você não votaria de maneira alguma??

Irei fazer agora uma simulação, tendo como exemplo nossa cidade.

7.500 eleitores votantes. 

Candidatura A, com 35% de rejeição. Isso significa que 2.625  Rejeitam tal candidatura, ou seja, o universo eleitoral desta candidatura é 4.875 eleitores, de modo que, se tiver 35% de aprovação, na prática, essa candidatura teria 1.706 intenções de votos.

Candidatura B, com 27% de rejeição. Isso significa que 2.025 Rejeitam tal candidatura, ou seja, o universo eleitoral desta candidatura é 5.475, de modo que, se tiver 25% de aprovação, na prática, essa candidatura teria 1.368 intenções de votos.

Candidatura C, com 6% de rejeição. Isso significa que 450 rejeitam tal candidatura, ou seja, seu universo eleitoral seria de 7.050 de modo que,  se tiver 25% de aprovação, na prática, essa candidatura teria 1.762 intenções de votos.

O ruim do início de uma campanha, não é ter pouca intenção de votos, o PÉSSIMO é ter ALTA REJEIÇÃO.

O voto se conquista, campanha eleitoral serve para isso,  A REJEIÇÃO NÃO SE MUDA.

sexta-feira, 14 de junho de 2024

Câmara: Um Caso de Polícia IV.

 Sobre as Diárias.

Gastos com Diárias de Janeiro de 2021 até maio de 2024.  R$ 413.232.20

Mais R$ 120.000,00 em verbas de passagem leito e convencional, acrescente passagem aérea para Brasília (duas) ida e volta R$ 16.000,00.

Nestes valores não foi computado as despesas com Taxa de Inscrição. No último curso, custou R$ 1.590,00 Cada.

Sabem quem é o Campeão no uso das Diárias: 

Nosso campeão é: José Augusto Alves de Macedo. R$ 57.595.28, sem considerar as últimas quatro diárias.

quarta-feira, 12 de junho de 2024

Câmara: Um Caso de Polícia III.

 SE os dois assuntos já denunciados são graves, chamo a atenção para o seguinte fato.

Primeiro: O Vereador e Presidente da Câmara(no papel) Carlos Roberto Lucindo, também conhecido como Roxinho, é "Persona Non Grata" pela atual Gestão, pois, revelou um Judas, um traidor., pois, viveu ATÉ ONTEM, alimentado pelas mão do Miliossi, e agora, o trai. E não se trata de votar contra ou a favor, mas, de recusar a cumprir seu DEVER Constitucional de colocar para apreciação os Projetos do Executivo.

Mas, ai que está a QUESTÃO policial. O Presidente (no papel) não coloca os Projetos para votação porque o Presidente de fato (Zé Augusto) não deixou, e, segundo vereador que ouvia a conversa, "Caso o Presidente (Roxinho) colocasse os Projetos em Pauta, ele (Zé Augusto) iria ao Ministério Público".

Bem, eu, como os todos os barbosenses, queremos saber o que o Roxinho tem a esconder do Ministério Público, a ponto de ceder a chantagem, por que isso não tem outro nome.

Projetos como o do Empréstimo, da Venda de Sucatas, estão parados por que o Vereador e Presidente de fato (Zé Augusto) a Serviços Político Dela, impede toda Ação Administrativa desta Gestão, e Ele, em conluio com Ela, que trabalham para o "Quanto PIOR, Melhor", pouco se importando SE as obras irão beneficiar pessoas.

Aprovar ou Rejeitar é competência da Câmara, mas, impedir votação, mediante ameaça, é algo gravíssimo.

O MORALIDADE do Serviço Público, a HONRADEZ das pessoas, EXIGE que o vereadores deêm os devidos esclarecimentos.

Câmara: Um Caso de Polícia II.

 A Presidência da Câmara contratou um empresa para redigir um novo Regimento Interno, e o Dr. Paulo Guedes (ligado a empresa) para assessorar. (Total da brincadeira? R$ 80.000,00). 

Mas, dobrou o salário do advogado (Dr. Tarso), sem contudo, aumentar a jornada de trabalho. "Pode isso, Arnaldo"?

A pergunta é: O que os vereadores querem que mude no Regimento? O Dr. Tarso não sabe fazer isso? afinal, "copiar/colar", até participantes de Jovem Aprendiz, sabe. 

Dr. Tarso, é servidor concursado da Câmara, e, e, Palestrante da Uvepar, nesses Cursos para nossos vereadores. Ele trabalha cinco dias por semana, quatro horas por dia,  Pergunto: Pode estar fisicamente em dois lugares? 

Gostaria de saber também: Quando ele viaja para fazer palestra, ele recebe Diárias? Quem paga seu transporte? Hospedagem ?  É a Câmara?

Que responda ao Ministério Público.  (SE for perguntado).

Câmara: Um Caso de Polícia.

 Vou dividir esse assunto em três artigos, para evitar grandes textos.

O primeiro assunto são as famosas DIÁRIAS, que na verdade é um complemento de salário, em razão do uso indevido e da falta de vergonha de nossos vereadores.

Como funciona:

Cada diária é do valor de R$ 692,00, que, legalmente deveria ser utilizada para cobrir despesas com transporte, hospedagem e alimentação.

Ocorre que, além da Diária, a Câmara paga a passagem aérea ou terrestre (ônibus leito) de Barbosa para Curitiba. A hospedagem, a Uvepar paga. E, a Câmara paga também a inscrição para esses cursos (cata moedas), o último curso custou R$ 1.590,00 por vereador.  (Taxa de inscrição) E, desafio qualquer vereador a escrever um texto de três linhas sobre o curso.

Em princípio, iria somente divulgar o nome e os valores de cada vereador, mas, em razão de OUTROS FATOS, estou encaminhando o assunto ao Ministério Público, que, SE QUISER, tome as providências cabíveis.

sexta-feira, 7 de junho de 2024

Sobre Política, Hipocrisia e Trairagem.

 Conhecem a música do Noel Rosa, "Com Que Roupa"?

Na política tem de tudo, e, quero ver "Com Que Roupa" o Pantera Litro irá nessa eleição?

Esclarecendo: Sou amigo do Pantera, mas, não se faz política por amizade, sim, por interesse, cito como exemplo o próprio Pantera.

Passou os últimos quatro anos sendo o garoto Porta Bandeira do Miliossi e da Gestão Miliossi, Era o apresentador oficial de todos eventos, fez campanha para o Miliossi por quatro anos. 

Mas, SEUS INTERESSES, o fez mudar de lado.

Então, pergunto: "Com Que Roupa", o Pantera vai nessa eleição?

Vai Negar tudo que falou? ou vai fazer campanha para o Miliossi em cima do palanque Dela.

Qual Pantera nós veremos.

quinta-feira, 6 de junho de 2024

Sobre a Escolha do Vice.

 A opção da Marinalva Amorim é a opção da arrogância.

Ao decidir (como já decidiu), desprezando melhores opções, pode repetir a eleição passada, pois, ao dar ouvido a quem não " paga seus boletos", não uniu-se ao Luciano e, o resultado todos sabemos.

Eleitoralmente, Luciano Soares e Gilson Cassol, são melhores opções.

A questão é: de tanto receber críticas de pessoas do Grupo da Marinalva, o Luciano não aceita ser vice.

A questão do Gilson é política. Embora tenha dez anos que o Gilson saiu do PT (está filiado no Republicano), TODOS ligam o Gilson ao PT, e isso é TUDO que Ela NÃO QUER.

Embora Ela tenha o controle do PT, com essa, será a segunda eleição que Ela sequer faz chapa de vereador para o PT. Por quê??? Basta olhar as redes sociais Dela que entenderão. Ela odeia o Lula, odeia o PT e os Petistas, mas, por ironia, agora, PRECISA do voto dos Petistas,

A opção pelo Pantera Litro é que ele não questiona, não cria problema, é conhecido, mas, principalmente, porque é bolsonarista.

Petista que têm vergonha na cara, não vota Nela.

O Assunto é Rejeição.

 Como se mede a rejeição de um candidato? Para se chegar a esse número, o entrevistador faz a seguinte pergunta: Em qual candidato você não ...